Gabriel de Carvalho, sub 16 – Escola Estadual Professor Teotônio Alves Pereira

O Gabriel de Carvalho chegou no Instituto Superação em 2018, no pilar desenvolvimento, lá na E. E. Professor Teotônio Alves Pereira, em São Paulo. Ele se desenvolveu rapidamente e logo passou a fazer parte do pilar Competitivo. Hoje, ele tem 16 anos, faz parte da nossa equipe competitiva sub 16 e se destaca pelo seu comprometimento e responsabilidade nos treinos e jogos.

A Superação faz parte da sua vida desde muito cedo. Mesmo passando por uma série de dificuldades e obstáculos em sua infância, foi junto a duas mulheres incríveis, a tia Silvia e a avó Neuza, que ele compreendeu o que é família, o que é amor.

Elas foram lugar de carinho e suporte para ele poder crescer e construir sua própria história. Hoje, são torcida nos treinos, nos jogos e fora das quadras também.

O treinador Luiz Márcio, da equipe competitiva sub 16, conta que o Gabriel, por essa História de Superação, sempre foi muito desconfiado, desconfiava dos outros e até de si mesmo. Com as atividades do Instituto e o convívio com a equipe, ele foi se tornando menos arredio e entendendo que todos ali queriam o seu bem. Além disso, ele se tornou mais comprometido com os treinos, com a escola e passou a ter muito mais responsabilidade e foco em suas escolhas.

Os conteúdos de aprendizagem estão organizados no currículo Superação, formado por uma matriz de competências esportivas e socioemocionais do programa, com metas para cada faixa etária e nível de aprendizagem. O currículo também é um guia para o sistema de monitoramento e avaliação, pois oferece parâmetros para acompanhar integralmente cada aluno-atleta.

Queremos garantir que a prática esportiva oferecida seja segura, do ponto de vista físico, psicológico e social. A premissa básica para criar esse ambiente esportivo é o valor-chave SUPERAÇÃO – fazer o seu melhor. Para nós, superar a si próprio é o ideal de sucesso.

Aqui, integramos os princípios didático-pedagógicos do programa para que, ao mesmo tempo que os alunos-atletas aprendem uma modalidade esportiva, também sejam estimulados a desenvolver suas competências socioemocionais. O tratamento que damos à prática esportiva é baseado nos avanços da pedagogia do esporte e da neuroaprendizagem, derivada das descobertas da neurociência aplicada à educação. A prática regular de atividades esportivas está positivamente relacionada ao desenvolvimento das funções executivas do cérebro – autocontrole, memória de trabalho e flexibilidade cognitiva.

Todas as estratégias anteriores culminam no nosso desejo de ver os alunos-atletas transferindo os aprendizados para outras esferas de suas vidas. Nossa expectativa é identificar repercussões positivas na sua vida fora do programa; no círculo familiar, contribuindo com a construção de vínculos e relações familiares positivas; e na escola, incentivando o bom aproveitamento escolar. Com o Passaporte Superação, o aluno pode acompanhar seu processo e concretizar seus resultados.