Como Atuamos

O foco de atuação do IS é o esporte escolar, porque acreditamos que a prática esportiva no contexto da educação formal fortalece sua capacidade de impactar positivamente a formação integral dos alunos e alunas, somando forças com a escola.

Para garantir a qualidade da prática esportiva e alcançar o impacto que desejamos, nosso programa de esporte nas escolas atua em dois pilares: Desenvolvimento e Competitivo, ambos alicerçados na formação de treinadores e no sistema de monitoramento e avaliação.

Capacidade de atendimento: 1.200 alunos I 30 treinadores

Atuamos em escolas públicas, de Ensino Fundamental II, com alunos de 11 a 15 anos, em São Paulo e Minas Gerais. Formamos os professores de Educação Física das escolas para atuarem no contraturno, promovendo treinamento esportivo com o método DNA Superação para crianças e adolescentes.

Atualmente, estamos em 30 escolas públicas, impactando mais de 1.200 crianças e adolescentes com atividades esportivas que promovem tanto os aprendizados técnicos do basquetebol, como o desenvolvimento de competências socioemocionais.

TREINAMENTO ESPORTIVO
Praticam o método DNA Superação, com treinos de basquetebol.
– 2 turmas de 20 alunos são formadas por escola.
– Treinos de 1 hora e 30 min, 2 vezes por semana, para cada turma, no contraturno escolar.

FESTIVAIS ESPORTIVOS
Para nós, a competição é entendida como uma importante estratégia de aprendizagem, como um meio especial de treinamento de habilidades esportivas e desenvolvimento de competências socioemocionais. Pela importância que atribuímos à competição, nós temos nosso jeito pedagógico de planejar experiências competitivas que promovam o desenvolvimento de nossos alunos. São eles:

Capacidade de atendimento: 160 alunos I 7 treinadores

Neste pilar, oferecemos treinamento especializado em basquetebol para equipes federadas que disputam competições oficiais. Os treinadores do pilar Competitivo também passam pelo processo de formação que une o desenvolvimento técnico e tático da modalidade esportiva e o desenvolvimento de competências socioemocionais. Além disso, nossos alunos-atletas deste pilar atuam também como voluntários no Festival Superação, realizado anualmente.

Treinamento esportivo
Temos sete equipes federadas na modalidade do basquete (sub-11 ao sub-16), que treinam de duas a cinco vezes por vezes por semana, no contraturno escolar, com treinadores qualificados por nossa metodologia.

Competições oficiais
Nossas equipes disputam as competições oficiais da Federação Paulista de Basquete, do Campeonato Brasileiro Interclubes, do Campeonato do Comitê Brasileiro de Clubes e da Copa Sul-Americana.

O DNA Superação – nosso método de desenvolvimento esportivo e socioemocional – é o resultado destes anos iniciais de existência do IS, em que trabalhamos para fazer o nosso melhor a cada dia. Nos últimos dois anos, investimos ainda mais no aperfeiçoamento do nosso método de trabalho, criando estratégias e ferramentas para promover o desenvolvimento socioemocional no esporte e para a vida.

Formamos pessoas que fazem o seu melhor no esporte e na vida.

A prática esportiva é uma importante aliada do aproveitamento escolar e da promoção da saúde integral de meninos e meninas. Mas também sabemos que a mera prática esportiva não garante, automaticamente, o desenvolvimento de habilidades pessoais e sociais, nem a transferência destes aprendizados para outras esferas da vida. As competências socioemocionais se desenvolvem a partir das interações com outras pessoas, e o esporte guarda em si o potencial de ser um cenário único para o desenvolvimento de habilidades, como autocontrole emocional, responsabilidade, autonomia e resiliência.

A matéria-prima da nossa equipe de treinadores e treinadoras é o esporte. O objetivo final é contribuir para o pleno desenvolvimento de crianças e jovens. A estratégia é a condução competente e sensível de todo o processo de aprendizagem, treino e competição, nutrindo um ambiente esportivo educativo que estimula meninos e meninas a crescerem e se desenvolverem fisicamente, academicamente, emocionalmente, socialmente e eticamente.

Nesse ambiente, valores são incorporados e se tornam hábitos que emergem no dia a dia do programa. Ao final, o ambiente esportivo promovido pelo IS se torna um exemplo real do impacto que queremos provocar no mundo: formar pessoas éticas e realizadas, capazes de gerenciar suas emoções de maneira saudável; respeitar e valorizar a diversidade como potência da humanidade; demonstrar empatia e estabelecer relações sociais positivas; empenhar-se em busca de objetivos; tomar decisões responsáveis; e agir construtivamente para fazer do mundo um lugar melhor e mais justo a todos.

O elemento-chave do DNA Superação são os Valores da Mão, nosso código de ética que rege as condutas de todos que fazem parte do programa: atletas, treinadores, familiares e gestores. No esporte, os sinais com a mão são um meio valioso de comunicação entre treinadores e atletas. No IS, esses sinais comunicam muito mais do que jogadas, comunicam as virtudes que esperamos ver de nossas equipes, dentro e fora das quadras.

Visando facilitar a prática do professor/treinador em quadra, desenvolvemos um quadro que apresenta nossos valores e como eles se relacionam com as competências socioemocionais.

O DNA Superação é a bússola que guia todo o trabalho da equipe de treinadores e está estruturado em quatro estratégias.

Nosso maior sonho é que o DNA Superação possa fazer parte da formação de milhares de crianças e adolescentes em todo o Brasil, transformando positivamente suas vidas.

ESSE É O DNA SUPERAÇÃO

Os treinadores e treinadoras do IS são peças fundamentais para cumprirmos a nossa missão, pois estes profissionais são capazes de transformar o esporte em uma experiência verdadeiramente educativa.

Ser treinador ou treinadora do Superação significa praticar nossa filosofia, aplicando os Valores da Mão no dia a dia e comprometer-se em oferecer uma experiência esportiva positiva e promover o desenvolvimento integral dos alunos-atletas. Nossos treinadores são, em geral, professores de Educação Física escolar, o que já é um grande ativo ao programa, pela bagagem educacional que trazem para a sua prática pedagógica.

Além de saber o que ensinar sobre o basquetebol – regras, fundamentos técnicos, táticos, sistemas de jogo, os treinadores do IS devem incorporar o DNA Superação na sua prática pedagógica. Eles precisam saber como ensinar, treinar o esporte e liderar suas equipes para promover desenvolvimento esportivo e socioemocional, aplicando, com competência, o nosso método de trabalho.

A formação de treinadores foi desenhada para garantir a implementação do DNA Superação, promovendo o desenvolvimento contínuo de competências pessoais e profissionais dos nossos treinadores e treinadoras para proporcionarem uma experiência esportiva positiva e formativa a seus alunos. Além, é claro, de fortalecer e empoderar o professor dentro da escola. A nossa matriz curricular está organizada em níveis de certificação progressivos em ciclos anuais, que correspondem ao grau de conhecimento e proficiência na aplicação do DNA Superação e abrange um conjunto variado de oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento, com cursos presenciais e a distância e supervisão
da atuação prática em campo.

Monitoramento e avaliação são peças fundamentais do nosso trabalho. É desta forma que acompanhamos de perto nossa evolução, a qualidade e o impacto do Instituto Superação na vida dos alunos-atletas e dos treinadores. Assim, desenvolvemos um sistema robusto de monitoramento e avaliação do DNA Superação, estruturado em um ciclo contínuo que acompanha:
– Desenvolvimento esportivo, socioemocional e aproveitamento escolar dos alunos-atletas
– Desenvolvimento profissional dos treinadores
– Avanços do programa

O acompanhamento acontece com base em um ciclo anual de medições, composto por três etapas:

ALUNOS-ATLETAS

O acompanhamento dos nossos alunos-atletas se baseia em fontes complementares de informações: escola, IS e família.

Realizadas três vezes ao ano, nossas avaliações utilizam instrumentos desenvolvidos a partir da matriz de competências esportivas e socioemocionais que compõem o currículo Superação: autoavaliação, observações dos treinadores, boletim escolar e percepção familiar – sendo assim uma ferramenta importante de diálogo entre o esporte e a escola, para que ambos colaborem na formação de crianças e jovens.

Todos os resultados são registrados no Passaporte Superação, para que os próprios alunos tomem consciência do seu processo, com autonomia e responsabilidade. Além disso, criamos um sistema de certificação dos alunos-atletas, que têm sua evolução reconhecida anualmente com a entrega de pulseiras de diferentes cores, representando o percurso evolutivo de cada jovem no programa.

O objetivo desse processo avaliativo é proporcionar ao aluno a percepção da própria evolução e desenvolvimento. Não estabelecemos um nível ideal ou ranqueamos o desenvolvimento dos nossos alunos, mas estimulamos que eles superem seus próprios resultados.

INDICADORES DOS NOSSOS ALUNOS-ATLETAS
Clique nos botões para saber mais.

INDICADORES DOS NOSSOS TREINADORES E TREINADORAS
A avaliação do desenvolvimento profissional dos treinadores também se baseia em fases complementares. Na frente formativa, diferentes avaliações processuais são realizadas ao longo do ano para acompanhar e apoiar o aprendizado e desenvolvimento dos treinadores. Já na frente somativa, indicadores como aproveitamento no curso de certificação, produtividade, acompanhamento em campo e autoavaliação completam o método de monitoramento.
Clique nos botões para saber mais.

Nossos números nos orgulham e comprovam a eficácia do método DNA Superação na vida dos alunos-atletas.

PILAR DESENVOLVIMENTO
ESCOLASTIPOESTADO
Escola Estadual Afonso PenaEstadualMG
Escola Estadual Aarão ReisEstadualMG
Escola Estadual Madre CarmelitaEstadualMG
Escola Estadual João Gonçalves NetoEstadualMG
Escola Estadual José Mesquita de CarvalhoEstadualMG
Escola Estadual Presidente Antônio CarlosEstadualMG
Escola Estadual Professor Clóvis SalgadoEstadualMG
Escola Estadual Professor Leon RenaultEstadualMG
Escola Estadual do Bairro São GeraldoEstadualMG
Escola Municipal Sebastião Guilherme de OliveiraMunicipalMG
Escola Estadual Victor Gonçalves de SouzaEstadualMG
Escola Estadual Isabel da Silva PolckEstadualMG
Escola Estadual BelizeEstadualSP
Escola Estadual Carlos MaximilianoEstadualSP
Escola Estadual Professor Ennio VossEstadualSP
Escola Estadual Júlio de Mesquita FilhoEstadualSP
Escola Estadual Lasar SegallEstadualSP
Escola Estadual Professor Antonio NascimentoEstadualSP
Escola Estadual Seminário Nossa Senhora da GloriaEstadualSP
Escola Estadual Princesa IsabelEstadualSP
Escola Estadual Professor Jácomo StávaleEstadualSP
Escola Estadual Professor Lourenço FilhoEstadualSP
Escola Estadual Professor Odon CavalcantiEstadualSP
Escola Estadual Professor Teotônio Alves PereiraEstadualSP
Escola Estadual Professora Brisabella de Almeida NobreEstadualSP
Escola Estadual Capitão Pedro Monteiro do AmaralEstadualSP
Escola Estadual Doutor Octávio MendesEstadualSP
Escola Estadual Professor Aurélio Buarque de HolandaEstadualSP
Escola Estadual Professor Ayres de MouraEstadualSP
Escola Estadual Professor Plinio Damasco PennaEstadualSP
PARCEIRAS TREINO – PILAR COMPETITIVO
ESCOLASTIPOESTADO
Colégio Santo AméricoParticularSP